Região turística Sol do Oeste estimula investimentos no setor para 2023

Região turística Sol do Oeste estimula investimentos no setor para 2023

Prainha de Salto Grande

Diversidade de atrativos e logística de transporte são fatores que vão impulsionar a atividade

Ponto estratégico no mapa para o escoamento da produção do agronegócio e da indústria, o extremo oeste do estado, onde está parte da região turística Sol do Oeste, vai fortalecer destinos como Presidente Prudente e Presidente Epitácio. O plano do poder público e iniciativa privada é ampliar a busca pelos municípios não só para o turismo de negócios e turismo rural, mas também para o lazer, com opções de esportes náuticos, parques aquáticos e passeios culturais.

Se a região já acumula uma taxa de ocupação da rede hoteleira de 48% em 2022, próximo à média estadual, a sinergia entre as prefeituras, especialistas em turismo e empresas ligadas ao trade são o caminho para acompanhar as perspectivas do setor, que prevê a retomada de uma demanda aquecida, a partir do segundo semestre, de volta ao patamar existente no pré-pandemia.

Outros fatores serão determinantes para impulsionar a visitação a estes destinos. A tendência das viagens de carro em trajetos mais perto de casa e o ano repleto de “feriadões” tornam o período propício para propagar roteiros e buscar novos visitantes.

Paisagem em Epitácio – crédito: Dea Pires Photography

Em Prudente, durante o Fórum de Turismo do Oeste Paulista, foram pontuados alguns dos esforços necessários para projetar a região na rota do turismo paulista. “A cidade tem um ambiente plenamente favorável para impulsionarmos a atividade. E em 2023 vamos intensificar este trabalho de estímulo ao empreendedorismo no turismo. Já estamos com um projeto preparado e pronto para ser aprovado que vai colocá-la no rol dos municípios de interesse turístico do estado de São Paulo”, afirma Adolfo Padilha, secretário municipal de Turismo.

Ainda de acordo com o secretário, Prudente já é referência em um circuito de 12 municípios que compõem a Rota Sol do Oeste. “Além de contribuirmos com a abordagem técnica para ampliar o potencial regional para este filão da atividade econômica, somos uma cidade referência por ter um circuito intermodal formado por um aeroporto internacional e a Rodovia Raposo Tavares, fundamental para o nosso desenvolvimento”.

Programa de estímulo ao turismo

A CART Concessionária de Rodovias está entre as empresas que contribuem com o estímulo ao desenvolvimento do turismo regional. Este é um dos projetos de inovação da corporação ambientados no ESG e em consonância com a sua proposta de atuar ativamente nas comunidades em que está inserida no âmbito da promoção dos 17 objetivos da ONU.

O Turismo da Gente é um dos pilares neste contexto. A Concessionária busca consolidar por meio de parcerias uma rota turística além da circulação regional focada em negócios e transporte de cargas. Os atrativos, inclusive, resultaram na criação de um mapeamento, segmentado por áreas de interesse do viajante e que pode ser acessado no link. Os turistas também podem seguir as programações turísticas atualizadas na rede social @turismodagente.

Na avaliação de Luiz Fernando Neves, mestre em turismo, consultor e mentor de planos de desenvolvimento turístico, a Rota Sol do Oeste necessita avançar com ofertas de atrativos bem definidos para despertar o interesse do turista. ““Temos muita história, cultura, religiosidade, natureza. Este leque de opções demanda uma oferta de produtos e experiências aos visitantes, em especial, da própria região”, analisa.

Para o especialista, o ponto de partida para obter bons resultados em curto prazo é estimular o próprio morador de cidades vizinhas a conhecer essas experiências, a partir de uma oferta turística consolidada. “Hoje já temos uma ferramenta de excelência que é o programa Turismo da Gente, iniciativa da CART que coloca a atividade turística em pauta como desenvolvimento. A Raposo Tavares tem um papel fundamental como equipamento de transporte e que liga todas estas cidades. É uma visão fundamental e esta parceria com lideranças de Prudente, um hub no contexto regional, é um ponto de partida para fortalecer o turismo como motor de economia”, afirma.

Sobre a CART

As rodovias da CART contribuem para a expansão do comércio, indústria, do agronegócio, do turismo e da prestação de serviços nos 34 municípios cortados pelo Corredor. Ao longo de todas as edições do Prêmio ARTESP, a CART já foi vencedora nas categorias: “Relacionamento com a Sociedade”, na 3ª Edição; “Segurança Rodoviária”, na 5ª Edição e, na última edição realizada em 2020, consagrou-se como a segunda melhor Concessionária do Estado de São Paulo, recebendo o primeiro lugar na categoria “Inovação”. Monitorada e 100% duplicada, a concessão confere segurança e agilidade no trânsito de cargas, conectando o Oeste Paulista com os principais pontos de escoamento da produção do Brasil.

Canal de Ética e Privacidade